Por que nossa voz parece tão ridícula quando a escutamos?

23/05/2012

Talvez você já tenha experimentado ouvir a sua voz gravada e tenha observado que ela soa bem diferente daquela que você mesmo escuta quando fala. Tem gente até que se espanta com a diferença. Acontece que, quando ouvimos outra pessoa falando, nossos ouvidos captam a alteração na pressão do ar – provocada pelas ondas sonoras da voz – através dos tímpanos, que, por sua vez, fazem vibrar os ossos do nosso ouvido médio (estribo, bigorna e martelo).


Isso faz com que os fluidos da cóclea (parte do ouvido interno que contém os terminais nervosos responsáveis pela audição) movam as células capilares, no fundo do ouvido, e enviem um sinal elétrico para o nosso cérebro. Nossas cordas vocais fazem com que o crânio vibre e as cavidades da cabeça (como os seios nasais) amplifiquem essa vibração, sem que ela passe pelo ouvido médio, indo diretamente à cóclea. As freqüências baixas (sons graves) preferem esse modo de contato direto, o que faz com que achemos que nossa voz é mais grave do que realmente é.

0 comentários:

Postar um comentário

 





© 2011-2012 Todos os direitos reservados - Editado por XaplayD